Namoro sem Objetivo

nosso namoro deixou de ser cristaoNamoro sem objetivo.
Esse post é continuação da Série: “Nosso Namoro deixou de ser Cristão”

Namoro não significa casamento, mas deve significar, pelo menos, um certo compromisso.

Entregar a mão, o rosto, os lábios e o tempo a uma pessoa com quem não se pensa em casar é pecado.

O namoro sem objetivos definidos, talvez seja o pior de todos, porque, quando os jovens acordam e percebem que não alcançaram nada e que não estão caminhando para lugar nenhum, aí já é tarde demais e muito tempo precioso foi perdido.

Os jovens mais arrependidos que já ajudei não foram os que praticaram sexo no namoro, e sim aqueles que namoraram por namorar e, quando perceberam, descobriram que haviam jogado fora meses e até anos de investimento num relacionamento furado, que não os levou a lugar nenhum.

E aí, com o tempo, todos na igreja, na escola e na família começam a perceber que este namoro nunca se materializa em casamento (ou pelo menos em noivado) e ambos ficam visados, ganhando o título de “enrolados”, ou “devagar”, ou mesmo de “carnais”.

Leia também dessa série:
“Nosso Namoro deixou de ser Cristão”
Namoro fora do Tempo

Publicado em Artigos | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Namoro fora do tempo.

NOSSO NAMORO DEIXOU DE SER CRISTÃO. Parte 2
Autor: Lucio Barreto Jr.

Estes são os tipos de namoro que agradam ao diabo e que mais prejudicam do que abençoam:

Namoro fora do tempo.

Um pastor amigo meu costuma dizer que existe o curto caminho longo e o longo caminho curto.

O curto caminho longo é o do namoro precoce e fora de época, onde a moça e o rapaz terão relacionamentos profundos muito cedo, o que aumenta a probabilidade de carnalidade e sexo.

Este tipo aumenta as chances de você nunca poder conhecer outras pessoas, impedindo-o de curtir a juventude e ter amigos. E o pior de tudo: leva você a se casar muito cedo, estando ainda despreparado para a vida matrimonial.

Quando um jovem se envolve sentimentalmente cedo, estará abortando seu futuro, porque seus talentos, sonhos e tempo serão dedicados à outra pessoa e não ao seu crescimento em todas as áreas da vida.

longo caminho curto é o da espera sábia e tranqüila. O namoro virá na hora certa para abençoar e não para ser uma pedra de tropeço.

esse artigo é continuação do “Nosso namoro deixou de ser Cristão”
Extraido do Livro: Manual de Sobrevivência para O Jovem Cristão v.2: Lucio Barreto Jr.

Deixe seu comentário.

Publicado em Artigos | Marcado com , , | Deixe um comentário

NOSSO NAMORO DEIXOU DE SER CRISTÃO.

nosso namror deixou de ser cristao
Autor(a) Lucio Barreto Junior.
Nosso Namoro deixou de ser Cristão parte 1

Uma moça evangélica me ligou pendindo conselhos sobre seu namoro e o casamento que já estava praticamente todo acertado. Só que havia alguns detalhes estranhos: tanto a moça quanto o rapaz estavam desempregados e sem condições financeiras para assumirem tal responsabilidade. Após a lua-de-mel, eles não morariam jun¬tos, mas continuariam morando com seus pais. Também não havia a apro¬vação das famílias que não entendiam a pressa de ambos para se casar.

Quando perguntei o motivo da pres¬sa, ela me respondeu: “Decidimos nos casar às pressas porque o nosso na¬moro deixou de ser cristão”. E me contou que seu namoro era uma bênção até que entrou o “sarro”.

Com o tempo começaram a se relacionar sexualmente. *Nos últimos meses de namoro eles já haviam se arrependido e chorado, mas voltaram ao sexo muitas vezes sem conseguir se libertar deste ciclo. Tiveram, então, essa idéia para “ven¬cer o pecado”. Eles se casariam e con¬tinuariam morando com seus pais até conseguirem uma condição mínima para morarem juntos, pois assim es¬tariam “liberados para praticar sexo à vontade”.

Tentei mostrar que estavam tentando resolver um problema criando outro ainda maior e que a vitória contra o pecado não seria ganha com uma as¬sinatura no cartório e sim aos pés da cruz de Cristo.

Histórias como esta ilustram bem o quanto “o bicho está pegando” e o quanto um namoro pode vir a se tornar um verdadeiro desastre.
Existe o namoro que agrada ao diabo e o namoro que agrada a Deus. (Continua …)
—————————
Assim eu pergunto: e o seu namoro deixou de ser cristão?
Deixe um comentario diga o que você pensa sobre esse tema.

Acompanhe nos proximos artigos dessa série: Namoro fora do Tempo ; Namoro sem Objetivo; Namoro de Crente com Não Crente.

Extraido do Livro: Manual de Sobrevivência para O Jovem Cristão v.2: Lucio Barreto Jr.

Leia também:
Jugo desigual no Namoro e Noivado

Publicado em Artigos | Marcado com , , , , | 2 Comentários

Sermao Para Celebrar Noivado

Sermao para celebrar noivado
Se Preparando para Sair da Casa dos Pais.
Por pastor Silvano da Silva Reis
1- “(Gênesis 2:24) – Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.”

2- “(Mateus 1:18) – Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.”

O que é o Casamento? é a união definitiva de duas Pessoas.

O que é o noivado? É um tempo de preparação para a união definitiva de duas pessoas.

As palavras “noivo” e “noiva”, achadas muitas vezes nas Escrituras referem-se aos casais “DESPOSADOS”, que era na cultura dos judeus o estado antes do casamento semelhante ao “noivado” da nossa cultura (Is 62:5).
O “desposado” era reconhecido perante a lei e somente podia ser desfeito no caso de infidelidade sexual que podia ser punida com até a morte dos culpados (Dt 20:7; 22:23-29, Mt 1: 19).

Antes de um casal decidir noivar, cada um tem a oportunidade de observar se está disposto a uma vida de entrega, de renúncia e de dedicação ao outro. Precisam saber se essas características já estão presentes, ou se, ao contrário, as motivações para o casamento são egoístas e autocêntricas, em que cada um apenas “busca os seus próprios interesses”.

Nenhum casal deve noivar até que os dois estejam seguros de que seu propósito é permanente.

O tempo do desposado durava mais ou menos um ano e durante este tempo o rapaz era dispensado do serviço militar (Dt 20:7) e o casal podia arrumar sua morada futura e geralmente a noiva fazia a sua veste nupcial

O noivado é metade do caminho entre o namoro e o casamento

A importância do noivado para o cristão

Existem muitos motivos para que o noivado seja mantido entre os cristãos, embora os costumes tenham mudado no que se refere aos dotes e outras práticas. Vejamos:

1)O noivado é um modo de formalizar um compromisso. Sabemos que o ser humano tende a falhar em suas promessas, e o noivado firma as promessas do namoro diante de Deus, da igreja e da sociedade.

2)O noivado evita a irresponsabilidade por parte de ambas as partes envolvidas no relacionamento e estabelece um limite no tempo de namoro.

O namoro serve para confirmar o relacionamento e o noivado para afirmar esta confirmação

Ser noivo significa afirmar que já fizeram a escolha definitiva e que estão assumindo um compromisso de, em breve, se casar.

Preste atenção: Durante o namoro vocês se conheceram e viram que era isso mesmo o que queriam e que Deus havia aprovado, agora estarão noivando para confirmar diante da igreja a decisão que tomaram, assumindo publicamente este compromisso. Eis aí um dos motivos pelo qual terminar um noivado é algo bastante sério.

3)Na sociedade não existe mais o noivado por causa da falta de compromisso, na igreja ele é mantido por causa do testemunho cristão!

Como os noivos devem se comportar até o dia do Casamento?

Neste período deve ser mantido a santidade do casal. A vigilância deverá ser maior ainda, principalmente pelo fato de ambas as partes já terem decidido a respeito do casamento.

Quando olhamos para o noivado a luz da Bíblia, percebemos que ele é usado como figura do relacionamento entre Cristo e a Igreja (ver todo o livro de Cantares. Exemplo: Ct 4.8-12).
Neste relacionamento existem elementos importantes:

1. Jesus vem buscar uma noiva santa (Mt 25.1-6) –
2. O noivo também é santo (Jesus é Santo!)
3. Cabe a todos zelar por está santidade (II Co 11.2)

Os pais zelam pela santidade dos filhos, não permitindo certas atitudes; o pastor zela pela santidade na igreja.

D)Jesus não abandonará a sua noiva, Cristo virá nos buscar, assim os noivos devem honrar o seu compromisso.
Você poderia imaginar Jesus “dando um cano” na igreja? Você poderia imaginar Jesus não honrando os seus compromissos e as promessas que fez a sua noiva? É impossível Jesus nos abandonar!
Is 62.5; Ap 19.7; 21.2; 22.17

A Espírito Santo e a noiva diz: Vem! Ela deseja casar!
Já imaginou o noivo respondendo: Quem sabe venho, ou então, deixa para daqui a alguns anos.

Absolutamente não! O noivo diz: Certamente! E tem mais: Cedo venho!

Conclusão:

Daqui a um determinado tempo, vocês se casarão. Procurem então se preparem para deixar o lar, os pais e viverem uma vida abençoada por Deus, Juntos.

Agora é o tempo de a noiva preparar o enxoval. A noiva fica imaginando sua casa.
Agora é tempo de o Noivo preparar um teto (moradia) e saber como vai sustentar a noiva.

Agora é o tempo dos pais da noiva se acostumarem com a idéia de que a filha vai morar longe deles
Agora é o tempo dos pais do noivo se acostumarem com a idéia de que o filho vai constituir família e vai morar longe deles.

É isso o noivado é um tempo de preparação para a sair de casa.
Deus abençoe a todos.

Leia também:
Jugo desigual no namoro e Noivado
Jugo desigual no namoro e Noivado parte 2
Jugo desigual no namoro e noivado parte 3

Publicado em Sermões | Marcado com , , | Deixe um comentário

6 Passos Antes de Começar a Pregar

Quando vou pregar o que devo fazer antes de pregar?

6 Passos antes de Começar a pregar
Quando vou pregar o que fazer em primeiro lugar?
Por pastor Silvano da Silva Reis

Existem algumas ações que se pode fazer antes de começar a pregar.

1-Cumprimentar os ouvintes.
Se você já é conhecido da igreja ou comunidade em que irá pregar, então uma leve saudação é suficiente, Caso contrario, use um ou dois minutos para criar uma ligação com a assembléia.
2- Fazer uma oração.
Também é uma boa forma de quebrar o gelo, além de preparar a assistência e você para o inicio do Sermão Essa oração deve ser breve, não mais que um minuto.
3- Cantar um louvor que se enquadre com o tema da sua pregação.
Mais por favor, se não sabe a letra não cante, se for do tipo desafiando não cante.
4- Dizer aos ouvintes sobre o que você pretende pregar.
Por exemplo: Nessa noite, desejo falar sobre família, mas precisamente sobre como criar os filhos na presença de Deus.
5- Leitura do Texto Bíblico .
Agora é hora de ler o texto base de sua pregação. Ao termino da leitura ore pedindo ao Espírito Santo que lhe dê sabedoria para pregar e entendimento aos ouvinte da palavra a ser pregada. (oração curta)
6- Convidar a Assembléia para Assentar.
Não se esqueça de pedir a todos para assentar assim que terminar de orar e começar a pregar.

Lembre-se não existe nada pior do que um pregador deixar seus ouvintes plantados de pé por mais de 5 (cinco) minutos enquanto ele cumprimenta, ora, canta e blá… blá …blá. Por isso procure ser objetivo nesse momento inicial, pois é aqui, nesses minutos iniciais que o pregador ganha ou perde a simpatia do público ouvinte.

Artigos Recomendados:
Como Escolher um texto para Pregar
O que devo Pregar
O Sermão e seu propósito

Publicado em Dicas Para Pregadores | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Você quer uma nova Chance?

uma nova chanceNova chance
Autor Desconhecido

Havia um homem muito rico, possuía muitos bens, uma grande fazenda, muito gado e vários empregados a seu serviço. Tinha ele um único filho, um único herdeiro, que, ao contrario do pai, não gostava de trabalho nem de compromissos. O que ele mais gostava era de festas, estar com seus amigos e de ser bajulado por eles.

Seu pai sempre o advertia que seus amigos só estavam ao seu lado enquanto ele tivesse o que lhes oferecer, depois o abandonariam. Os insistentes conselhos do pai lhe retiniam os ouvidos e logo se ausentava sem dar o mínimo de atenção.

Um dia o velho pai, já avançado na idade, disse aos seus empregados para construírem um pequeno celeiro e dentro do celeiro ele mesmo fez uma forca, e junto a ela, uma placa com os dizeres: “Para você nunca mais desprezar as palavras de seu pai”.

Mais tarde chamou o filho, o levou ate o celeiro e disse: ” – Meu filho, eu já estou velho e quando eu partir, você tomará conta de tudo o que e meu, e sei qual será o seu futuro.
Você vai deixar a fazenda nas mãos dos empregados e irá gastar todo dinheiro com seus amigos, irá vender os animais e os bens para se sustentar, e quando não tiver mais dinheiro, seus amigos vão se afastar de você.
E quando você não tiver mais nada, vai se arrepender amargamente de não ter me dado ouvidos.

“É por isso que eu construí esta forca, sim, ela é para você, e quero que você me prometa que se acontecer o que eu disse, você se enforcará nela. “O jovem riu, achou absurdo, mas, para não contrariar o pai, prometeu e pensou que jamais isso pudesse ocorrer.

O tempo passou, o pai morreu e seu filho tomou conta de tudo, mas assim como se havia previsto, o jovem gastou tudo, vendeu os bens, perdeu os amigos e a própria dignidade.

Desesperado e aflito, começou a refletir sobre a sua vida e viu que havia sido um tolo, lembrou-se do pai e começou a chorar e dizer:
* – Ah, meu pai, se eu tivesse ouvido os teus conselhos, mas agora é tarde, é tarde demais.

Pesaroso, o jovem levantou os olhos e longe avistou o pequeno celeiro, era a única coisa que lhe restava.
A passos lentos se dirigiu até lá e, entrando, viu a forca e a placa empoeirada e disse:

* – Eu nunca segui as palavras do meu pai, não pude alegrá-lo quando estava vivo, mas pelo menos esta vez vou
fazer a vontade dele, vou cumprir minha promessa, não me resta mais nada.
Então subiu nos degraus e colocou a corda no pescoço, e disse:
* – Ah , se eu tivesse uma nova chance…
Então pulou, sentiu por um instante a corda apertar sua garganta, mas o braço da forca era oco e quebrou-se facilmente, o rapaz caiu no chão, e sobre ele caiam jóias, esmeraldas, pérolas, diamantes; a forca estava cheia de pedras preciosas, e um bilhete que dizia:

* Essa é a sua nova chance, eu te Amo muito.Seu pai.

Gostou?

Talvez você goste dessas também!

A Mulher Perfeita
Esse sederam mal por Zombarem de Deus
Respeitando as Diferenças

As ilustrações quando bem usadas nos sermões são excelentes formas de esclarecer as mensagens

Publicado em Ilustrações | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Graça ou Desgraça?

Graça ou desgraça?
Graça ou desgraça?

Muitas coisas que nos parecem ser maldições são, na verdade, presentes de Deus,numa embalagem estranha.

Havia uma mulher que amava muito o Senhor e a única coisa que queria era agradar-Lhe. “Farei com alegria o que me pedir, Senhor”, ela prometeu,esperando, no fundo, vir a ter uma posição de serviço nobre e de destaque. Continuar lendo

Publicado em Ilustrações | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

O Caso do Biscoito e o ARREPENDIMENTO

O caso do Biscoito e o Arrependimento
O BISCOITO DO ARREPENDIMENTO

Conta-se de um evangelista que se deparou com um sujeito que veementemente negava ser um pecador.

Ele escapulia de todas as tentativas do homem de Deus de convencê-lo de seus erros:
– Eu sou um bom pai, um bom marido, um bom vizinho, um bom cidadão. Sou honesto e trabalhador. Cumpro minhas obrigações. Não tenho do que me arrepender!

Em dado momento da conversa, o Espírito Santo sussurou no ouvido do evangelista: ” – Pergunte para ele sobre o biscoito”. Assustado, em pensamento, o crente questionou o Espírito Santo: ” – Biscoito? Que é isso meu Senhor?” E a voz do Espírito repetiu-se: ” – Obedeça-me. Pergunte-lhe sobre o biscoito”.

– Então, você não tem mesmo nenhum pecado?
– Não, sou um homem correto. Não tenho do que me arrepender!
– Bem, Deus manda-me fazer-lhe uma perguntar esquisita, eu não sei o que é, mas creio que você deve saber. O Espírito Santo de Deus pergunta: “- E o biscoito?”

Uma facada no estômago não teria lhe causado dor maior. O homem se contraiu todo, lágrimas abundantes correram por seu rosto e ele começou a soluçar:
– Bis-coito, que bis-coito?

E o evangelista repetiu a pergunta. E o homem levou outro choque, ainda maior. E soluçava mais ainda:
– Que bis-coi-to? Que bis-coi-to?

Depois que conseguiu se acalmar, contou para o evangelista que quando ele era criança sua família era muito pobre e sua mãe mantinha os biscoitos à chave, pois a provisão devia durar um mês inteiro. Mas ele sabia onde a mãe escondia a chave e a pegava escondido, comia os biscoito e tornava a colocá-la no lugar.

Um dia, desconfiada, sua mãe reuniu os filhos e “apertou-os”, tentando descobrir o que estava acontecendo. Seus irmãos juraram para ela, às lagrimas, que não tinham nada a ver com isso. E ele não só negava ter sido o autor do roubo como ainda acusava seus irmãos e os xingava de falsos e fingidos.

Anos depois, sua mãe veio a falecer e ele nunca teve coragem de confessar o seu pecado. Até aquele dia.

Leia outras:
A mulher Perfeita
Esses se Deram Mal por Zombar de Deus

Publicado em Ilustrações | Deixe um comentário

Aprendendo com as Formigas

Aprendendo com as formigasAprendendo com as Formigas

Escrito por Pastor Silvano
Fato Narrado pelo Pastor Pedro Farias da Igreja Filadélfia de Santa Cruz de Minas.

Um dia um pastor estava caminhando pelo mato quando algo se movendo no chão lhe chamou a atenção

Eram duas formigas disputando um enorme gafanhoto. a principio ele achou a dispusta interessante e ficou a observar qual das formigas levaria a melhor, uma vez que cada uma delas puxava para um lado. Mas o que aconteceu minutos depois o deixou deslumbrado.

As formigas apos alguns minutos de disputas perceberam que não valia a pena brigar e resolveram então carregar, juntas, o enorme gafanhoto em direção ao formigueiro. Quando chegaram à boca do formigueiro se depararam com um problema, o gafanhoto não passava pelo pequeno buraco.

Nesse momento o pastor pensou agora elas vão desistir. E de fato ele viu as duas formigas entrarem pelo formigueiro. Mas qual não foi a sua surpresa ao ver em poucos minutos um batalhão de formigas saindo daquele buraco e cada uma delas foi cortando uma parte do bicho e carregando pra casa.
Que lição!
Nosso prezado pastor nos contou chorando as lições que aprenderá naquele dia e que nós podemos aprender também:

1 Lição. Disputas não levam a lugar nenhum
2-O trabalho em conjunto resulta em beneficio para todos.
3-Não desistir diante dos obstáculos que se apresentam

No livro de provérbios encontramos dois conselhos:
• Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio. (Provérbios 6:6).
• “As formigas não são um povo forte; todavia no verão preparam a sua comida;” (Provérbios 30:25).
————————————————————–
Leia outras:
As Duas Moscas
O leão e o Rato
O Menino e o cão

Se por ventura não quiser perder Nada dos nossos próximos artigos, considere seguir-nos no Twitter, ou então subscrever a nossa newsletter que irá enviar-lhe por email todos os artigos e matérias que iremos publicar, de uma forma prática e construtiva:

Clique Aqui e Subscreva na Escola Para Pregadoresl

Publicado em Ilustrações | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Ilustração no Sermão: O que é Isto?

Ilustração no Sermão: o que é Isto?Ilustração no sermão: O que é Isto?
Por Pastor Silvano da Silva Reis

Quando comecei a pregar, comecei como a maioria dos pregadores, sem conhecimento e sem treinamento.

Era totalmente leigo. Porém, havia em mim uma vontade muito grande de ir ao púlpito e pregar a mensagem de Jesus Cristo.

Para compensar minha falta de preparo ouvia muitas mensagens de outros pregadores e ficava fascinado como eles conseguiam ir na mensagem e trazer todo o ensinamento do texto para os dias atuais e de uma forma bem simples e clara.

Além dos pregadores passei a observar melhor a maneira de Jesus ensinar e lá estava o grande segredo dos pregadores, a ilustração. As ilustrações são recursos usados para o enriquecimento, e o esclarecimento de uma mensagem. Desperta o interesse, convence, comove, desafia e estimula o ouvinte, valoriza e vivifica a mensagem.. O senhor Jesus sempre tinha uma boa história para iluminar as verdades que ensinava ao povo.

Quem nunca ouviu falar na parábola do “filho pródigo”, do “trigo e do joio, do “semeador”, etc. É Isso mesmo! Jesus ilustrava tudo que falava, dava exemplos. Deixava clara a mensagem. Usava de tudo que estava ao alcance do ouvinte para faze-lo entender o que pregava. Por exemplo, quando falou a respeito do reino o comparou a:
* ao homem, negociante, que busca boas pérolas; (Mateus 13:45)
* a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes. (Mateus 13:47).
* a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo. (Mateus 13:44)
* a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha.

O significado do termo ilustrar é tornar claro, iluminar, esclarecer mediante um exemplo, ajudando o ouvinte a compreender a mensagem proclamada.

A ilustração jamais deve substituir o texto bíblico, ela tem apenas uma função psicológica e didática, para tornar mais claro aquilo que o texto revela.

As ilustrações devem ser simples e ter relação direta com a mensagem.
Quando bem escolhida uma ilustração leva rapidamente à compreensão dos conceitos mais dificeis e abstratos do texto

Como foi visto, Jesus usava desse recurso para que as pessoas entendessem bem o que Ele queria dizer. Ilustrar sermão é isso! É torna-lo claro ao ouvinte, é fazer com que as palavras da Bíblia façam sentido para quem ouve. A ilustração age como um facilitador.

Agora depois de muitos anos pregando a Palavra de Deus aprendi que uma boa ilustração faz toda a diferença em uma pregação.

E você usa de ilustrações? Se ainda não usa, experimente usar uma dessas a seguir.

1- O Menino e o Cão
2- Respeitando as Diferenças
3- As duas Moscas

Se por ventura não quiser perder Nada dos nossos próximos artigos, considere seguir-nos no Twitter, ou então subscrever a nossa newsletter que irá enviar-lhe por email todos os artigos e matérias que iremos publicar, de uma forma prática e construtiva:<aClique Aqui e Subscreva na Escola Para Pregadoresl

Publicado em Dicas Para Pregadores | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário