Jugo desigual no Namoro e Noivado


Namoro e Noivado – 1
Que sociedade? Que harmonia… ? Que união…?
Autor(a): Pr. Jaime Kemp

Certo dia, veio conversar comigo, uma moça que já havia participado de um dos conjuntos de Vencedores por Cristo. Fez o treinamento intensivo e sabia os princípios de Deus para o namoro cristão.

Descobri que estava namorando um rapaz não crente, e perguntei-lhe: “Cristina, o que você está fazendo? Já esqueceu o que estudamos sobre o plano de Deus para esta área de sua vida?” Ela ficou quieta e pensativa, respondendo depois: “Sabe, Jaime, é verdade que ele não é crente, mas é um cara muito legal; é mais cavalheiro que a maioria dos rapazes que conheço; me leva à igreja e creio que está aberto. Vou testemunhar para ele e ganhá-lo para Cristo”. “Cuidado com esse tipo de justificativa”, eu disse, “você tem certeza que isso não é a voz do diabo cochichando ao seu ouvido?”

Ela saiu de meu escritório tentando me convencer de que aquele relacionamento não ia prejudicá-la, e meses depois casou-se. Fiquei pensando, “será que ele entregou sua vida a Jesus?”

Depois de um ano e nove meses, Cristina me telefona chorando e dizendo: “Jaime estou desesperada, preciso urgentemente falar com você”. Marcamos um encontro no escritório e quando a vi, fiquei assustado. Seu semblante mudara para uma aparência triste, frustrada. Uma das primeiras coisas que disse foi: “Eu não o conhecia. Antes de casarmos ele era gentil, atencioso, carinhoso, ia à igreja. Agora ele mudou completamente, não quer saber mais da igreja, até parece que o amor e carinho que sentíamos um pelo outro acabou”.

A conversa acabou com ela dizendo: “Jaime, já iniciamos o processo de divórcio”. Hoje ela está divorciada e tem uma filhinha. Não sei o que vai acontecer com Cristina, mas sei que não teria passado por essa dor, se tivesse obedecido aos princípios da Palavra de Deus. Deus não pode abençoar um relacionamento iniciado com desobediência.
Às vezes me dizem: “Meu pai não era crente quando se casou, mas agora é líder em nossa igreja”. Como responder a esse raciocínio? Pela graça e misericórdia de Deus seu pai é crente! Louve a Deus por isso, mas não adote essa linha de pensamento porque para cada caso assim, eu posso contar nove casos de casamentos mistos onde há tristeza, brigas, desarmonia e divórcio.

Em II Coríntios 6:14-18, Paulo dá uma instrução muito importante sobre esse relacionamento tão íntimo. Leia o texto lembrando-se que a cidade de Corinto era tremendamente pecaminosa, comparável a São Francisco na Califórnia ou ao Rio de Janeiro aqui no Brasil. Faziam parte da adoração no templo pagão 1000 prostitutas. Foi lá que Paulo pregou o evangelho transformador – “Não vos ponhais em jugo desigual”.
Em 1967, meu primeiro ano no Brasil, viajamos no interior de Minas, onde vi um carro de boi. Impressionei-me com o jugo, ou canga, sobre o pescoço dos bois. Fui criado na roça e já sabia que não é possível colocar um boi e um cavalo juntos na mesma canga para puxar o carro, porque a natureza deles é diferente. Um sairia correndo para um lado, e o outro, devagar para outro.

Paulo usa a canga como ilustração para descrever o relacionamento íntimo entre as pessoas. Não ponha seu pescoço para trabalhar, andar junto, criar filhos, servir ao Senhor, na mesma canga com uma pessoa que não tem Jesus como Senhor. Paulo fez cinco comparações para enfatizar que um casamento misto não dá certo. Primeiramente, “não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos”. Em segundo lugar ele pergunta, “será que existe sociedade entre a justiça e a iniqüidade?”, isto é, não há possibilidade de trabalharem juntos.

Em terceiro lugar, “Que comunhão há entre a luz com as trevas?”. Somos filhos da luz. Não há possibilidade de termos comunhão com os filhos das trevas. O comportamento e filosofia e os valores são diferentes.
Um rapaz pode-me dizer: “Jaime, você está dizendo que minha garota de olhos azuis, bonita toda vida, é filha das trevas?”. Não sou eu quem diz isso, mas é Deus! Se ela não foi lavada pelo sangue de Cristo, não faz parte da família de Deus, portanto, não há nenhuma possibilidade de um relacionamento mais íntimo com ela.

Em quarto lugar, Paulo pergunta, “ou que união pode haver do crente com o incrédulo?” Fomos comprados por um preço alto, não pode existir unidade entre o santuário de Deus e os ídolos. Em quinto lugar, “que harmonia pode haver entre Cristo e o Maligno?”. Aqui Paulo não fala apenas de um descrente, mas de alguém totalmente nas mãos do diabo.
Muitos jovens não querem casar-se por não conhecerem casamentos harmoniosos, famílias felizes.

É pena, pois o casamento é a primeira instituição de Deus. Portanto, dentro dos planos e princípios de Deus, tem que ser o relacionamento mais bonito. Jovens noivos, Deus quer andar e habitar entre vocês, participando de suas atividades.
Não há dúvida alguma de que devemos ser luz e sal na sociedade em que vivemos, iluminando e preservando o que resta de sociedade decaída. Isso requer nossa amizade e presença entre pessoas na sociedade, mas Paulo está-se referindo a intimidades como namoro, noivado e casamento.

Posso dizer, sem medo de errar, que 75% de todos os problemas que encontro em meu aconselhamento de casais, têm sua origem na época de namoro e noivado.
Jovem, Deus tem um plano maravilhoso para você! Deus está mais interessado com quem você vai casar-se, do que você mesmo. Espere nEle e Ele tudo fará.
“Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do seu
coração”.

Deus me deu esse versículo quando eu estava inquieto e inseguro com relação a esta área da minha vida. Deus não falha. Verifique se seus desejos estão dentro do padrão de Deus e espere. Deus sabia exatamente que tipo de esposa eu precisava e me deu uma linda loira. Ele será fiel com você também. Basta confiar e esperar.

Com isso, fica bem claro em nossa mente a importância da escolha certa. Colocar-se em jugo desigual resulta em casamento incompleto, porque o aspecto prioritário, que é a unidade espiritual, está perdido. Uma vez tomada essa decisão, a segunda será: “Vou basear nosso namoro e noivado nos princípios de Deus”.

“Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus (I Coríntios 10:31).

“Namoro a três!”
Certa vez, num dos meus seminários, perguntei aos rapazes: “Quando foi a última vez que você orou com sua garota?”.
Depois, um deles me disse: “Jaime, oração no namoro? Não tem cabimento!”. Se não há ambiente para a oração, alguma coisa está errada no seu relacionamento, porque a oração deve ser a prática mais expontânea na vida cristã, dentro ou fora do namoro.
Nossa tendência é catalogar coisas que achamos que são espirituais e as que achamos serem do dia-a-dia. Por exemplo, muitos acham que lecionar na Escola Dominical é atividade espiritual, mas não pensam que conversar com o namorado, ou comer pizza juntos seja atividade espiritual. Paulo acaba com essa idéia em I Coríntios 10:31. Deus quer participar de todas as atividades de nossa vida.
Uma moça disse-me uma vez que não lia a Bíblia ou orava com seu namorado por ser ele tímido. Posso entender essa timidez se ele for crente novo, ou se o namoro está no início. Entretanto, se depois de seis meses ou um ano, ele não pode ou não quer orar e ler a Bíblia com ela, esse relacionamento deve ser seriamente avaliado. Se não desenvolverem esse alicerce, o seu casamento não resistirá às tempestades e crises que a vida conjugal trará. Sem os princípios de Deus bem definidos, é impossível tomar decisões corretas no namoro, noivado ou casamento.

Continua.( Subscreva no nosso blog e seja informado quando for publicado a continuação).
extraído do livro: Antes de Dizer Sim. Jaime Kemp. p.25
RECEBA NOSSOS ARTIGOS EM SEU EMAIL
Clique Aqui e Subscreva na Escola Para Pregadores e receba novos artigos no seu email

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Jugo desigual no Namoro e Noivado

  1. Pingback: Sermao Para Celebrar Noivado |

  2. Pingback: NOSSO NAMORO DEIXOU DE SER CRISTÃO. |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s